8.8.13

The last song

Você me salvou tantas vezes.
Acho que outra pessoa não saberia fazê-lo.
Eu não soube.
Tentei.
Não quis te incomodar.
O problema é que sair do buraco sem uma mão pra te puxar é muito mais difícil.
Quase cheguei à superfície.
Caí. Me machuquei. Estou sem forças pra voltar a tentar.
Nem se mova. Não tente vir me buscar.
Acabou.
Eu desisto.
Eu saí uma vez, resolvi passar pelo mesmo caminho, caí de novo. Nunca aprendi a lição.
Sou incorrigível.
Fui incorrigível.
Chega disso. Da teimosia que eu teimo em cultivar, desse amor que eu insisto em precisar, das vontades loucas de largar tudo porque nada me faz feliz.
Não são as coisas que precisam nos fazer feliz, precisamos sentir felicidade. Em viver, em tentar, em recomeçar.
Nunca senti coisas boas.
E nunca fui boa.
Tudo o que eu precisava era ser precisada.
Eu sei que só atrapalhei.
Mas agora acabou.
Dói.
Mas dói menos que viver.

0 comentários: