19.4.13

Mine

Queria que soubesse que eu estou longe de ser dura e fria. Sou frágil. Inclusive, às vezes, sinto que vou quebrar conforme algumas palavras me encostam. Se você encostar um dedo, então, talvez eu realmente quebre. Queria que tivesse me colocado para dormir no seu peito e acalentado meus medos, mas um deles é que você não o fizesse, então simplesmente fingi estar bem. Forcei sorrisos para que achasse que minhas lágrimas eram de felicidade e olhe o resultado. Mais lágrimas. Agora, não quero fingir. Mas é tarde demais para que saiba que estou triste, nada vai mudar. Vai até pensar que é chantagem emocional. Não é, aliás, não sinta pena de mim, nem me conforte. Não precisa dizer que tudo vai ficar bem, que eu mereço coisas lindas. Sei quem sou, o que quero e o que mereço. Sei como caminhar até meu destino, mas canso como qualquer um. Também me perco, mas me encontro. Estou perdida neste momento. Talvez quando eu conseguir lhe entregar esta carta, eu já esteja feliz e quase chegando ao primeiro dos muitos lugares que nasci para ver. Tenho muito amor em mim, queria ter dito. Pouca mágoa, muito perdão, muita esperança e pouca gente ao meu redor que pense da mesma forma. Mas eu não perco a fé nelas, não quero ser uma dessas pessoas, que desiste de amar, de lutar, de crer. Acho que ainda podemos encontrar mágica em coisas que o dinheiro não substitui e penso que talvez estes momentos passem despercebidos se eu não puder compartilhá-los, se alguém não estiver ao meu lado para dizer "olhe o que está acontecendo". Às vezes, pensamos que nossos olhos estão abertos, mas estamos enxergando somente dentro de nossas próprias mentes. Quero ter alguém que me acorde. Eu pensei que você pudesse fazer isso por mim, e eu só queria que você soubesse. Já não quero mais que faça, apenas que saiba. 

0 comentários: