8.12.12

Everybody's changing

Amor, eu acho que ta tudo bem. Nao tenho certeza ainda. Mas sei que, mesmo que nao esteja, um dia vai ficar. Mesmo que voce va embora pra sempre, mesmo que nunca tenha sentido amor, mesmo que eu nunca ame assim de novo. Vai ficar tudo bem porque eu estou fazendo as pazes comigo. Deus sabe o quanto eu tentei e nao falhei. A culpa nao foi minha. E nao foi sua tambem. Nascemos em lugares diferentes, em epocas diferentes e nao um para o outro. Eu aceito isso hoje e te desejo o melhor. Que voce tenha sorte, que tenha amor acima de tudo. Que sinta um pouco de saudade de mim, sim, porque eu vou sentir muita. Mas vamos seguir em frente. Percorremos um longo caminho e estacionamos, agora nao conseguimos mais sair do lugar. Entao faca o que é saudavel: saia do carro e caminhe. Deixe a bagagem, deixe as musicas, me deixe tambem. Que cada um faca o melhor agora. E seremos melhores com isso. Nunca esquecerei do que me disse naquela noite em maio. "Eu te amei desde o primeiro dia". Sei que sim. Acredito. E eu tambem. Mas nao é mais maio, o sol de dezembro queima e meu coracao está em chamas. Preciso de novos ares. Tantas metaforas pra chegar exatamente aqui. Onde tudo acaba. Estou enrolando pra nao dizer adeus. Mas é um adeus. Minhas lagrimas caem e eu perco o controle da respiracao de tanto que doi, mas digo que tenho que ser forte, sem saber o que é ser forte sem voce. Eu vou te amar ate o ultimo dia. Mas a historia acabou. Adeus, amor. De verdade hoje. Adeus.

0 comentários: