21.11.12

Everything has changed

Eu preciso disso, querido. Hoje mais que nunca, preciso. Preciso que cumpra o que promete e apenas me ligue, nem que seja para dizer que hoje não dá. Não me deixe esperando, usando o seu vestido favorito, andando de um lado para o outro nessa sala que ecoa soluços. Você agora sabe que estou vazia, que tudo o que sinto é dor e tudo o que mais quero é esquecer o mundo nos seus braços. Por que joga comigo? O amor não é um jogo. Você não está vencendo só porque estou te seguindo aonde quer que você vá. Está só perdendo a chance de me ter ao seu lado. Cada dia dá passos mais largos e eu não acompanho. Talvez porque eu seja mesmo muito nova. Talvez não seja mesmo a hora. Mas volte dos seus passos largos e me diga olhando nos olhos que estes são os motivos de toda a bagunça. Vai ver, então, que não são reais. Se forem estes, e somente estes, verá quando estiver de frente a mim que passou. O medo, a insegurança, a guarda baixou. Vai querer ter me ligado todas as noites em que prometeu ligar, vai querer ter passado mais tempo comigo e com certeza vai desejar não ter discutido por coisas bobas nas noites em que não nos amamos. Você nunca me dá uma chance de provar que sou competente o suficiente para assumir o cargo. Acha que meu amor por você vai acabar com o tempo quando o próprio tempo já mostrou que meu amor só cresce. Bom, tudo bem. Já vi que não vai ligar. O amor não diminui mas eu canso. Até mesmo fisicamente. Você suga a vida que me resta, acho que para que eu diminua ainda mais o passo e nunca te alcance. Sabe de uma coisa?! Não precisa. Não precisa tirar mais nada de mim, há uma bifurcação logo a frente e vou mudar o caminho. Graças a Deus toda estrada acaba uma hora, mas pelo menos uma ruazinha começa no fim dela. E eu quero ver no que vai dar se eu seguí-la até a próxima, as próximas, sem você. Vou olhar todas vitrines que você não me deixava olhar e observar a paisagem que você não teve paciência para observar. Não preciso que me ligue hoje. Hoje mais que nunca, não preciso.

0 comentários: