28.9.11

Você a ama. Está em seus olhos quando me beija. Na sua forma de me acariciar. Nas palavras que luta para não dizer em voz alta. Você me usa. Está em sua respiração quando me vê. Na sua forma de despedir-se. Nos sorrisos forçados que é obrigado a dar. Você está perdido. Você está vagando, tentando se encontrar. Experimentando tudo que lhe traga novas sensações. Criando novas memórias, lembranças. Tendo a certeza de que o que você quer não é o que você tem. Indo o mais longe possível de onde deveria estar. Se afastando do que deseja apenas pelo prazer da conquista. Um dia será muito tarde para voltar ao lugar ao qual pertence. E aí sim, você saberá o que eu sinto. Esperará. Rezará. Escreverá. E nada. Nada mudará.

0 comentários: